Debbie Reynolds e Carrie Fischer – Laços eternos e vidas com enredo de cinema

Carrie Fischer e sua mãe, Debbie Reynolds

Nesta quinta-feira fiquei chocada de vez, a morte da Carrie Fisher na véspera já havia sido triste – de infarto, aos 60, administrando traumas desde que nasceu -, num gesto de amor indescritível, sua mãe, a legendária atriz e cantora Debbie Reynolds, com seus 84 anos e vida não menos conturbada, não resistiu à perda e teve o AVC fatal.

Vários filmes nestas vidas

Debbie Reynolds e Eddie Fisher, casal modelo na época

Debbie Reynolds e Eddie Fisher

Lá entre os anos 1950-1960 Debbie Reynolds era casada com o cantor Eddie Fisher, com quem teve uma filha, Carrie. E que nos anos 1970 também saltaria para o estrelato na pele da princesa Leia de Star Wars. E este personagem lhe acompanhará para sempre (foto abaixo).

A princesa Leia, Carrie Fisher

Debbie Reynolds e Gene Kelly em `Cantando na Chuva´

Debbie foi mais do que a estrela feminina do musical “Cantando na Chuva”, ao lado de Gene Kelly, mas será este o filme pelo qual ficou imortalizada. Sua melhor amiga, também estrela de cinema, Elizabeth Taylor, era casada com 
o produtor de cinema e milionário Mike Todd.

Um ano depois do  casamento, em 1958, ele morreu num acidente de avião. Viúva, Elizabeth Taylor encontrou conforto no lar da amiga. E mais do que isso, acabou se apaixonando e sendo correspondida pelo marido da própria. Foi o escândalo. Passei a infância ouvindo minha mãe contar esta história.

Aí surgiu o Richard Burton da vida da estrela de olhos azul lilás, e os dois casaram cinco vezes em 20 anos. Debbie Reynolds também casou de novo. E todos sofreram muito.

Elizabeth Taylor, Eddie Fishe e Debbie Reynolds

Elizabeth Taylor com Eddie Fisher ká por 1958

E com Richard Burton, em 1970, mas já estavam no casa e divorcia e casa de novo desde 1960

Comentários finalizados.