Pois agora

Limpando arquivos, e parece que nunca vou acabar de tantas as fotos que eu guardava dos tempos de coluna e blog de outros assuntos, encontrei este poema que escrevi dois meses antes de ser demitida, sem justa causa não custa lembrar, daquele jornal. Poema revelador porque eu amargava na época que escrevi, os quatro meses sem minha mãe. Claro que essa falta só aumentou nestes dois anos e meio. E o poema está aqui agora.

carinho ajuda
carinho derruba
carinho me acuda

(24/04/2015)

Comentários finalizados.